A AUTORIDADE DOUTRINAL DAS ENCÍCLICAS PAPAIS – PARTE II

Mons. Joseph Clifford Fenton | 1949 Por este julgamento sobre o status doutrinal presente da tese de que os bispos residenciais da Igreja Católica recebem seu poder de jurisdição imediatamente do Romano Pontífice em vez de imediatamente de Nosso Senhor, Monsenhor Ottaviani nos deu uma apreciação eminentemente prática e, portanto, excepcionalmente valiosa da autoridade inerente às encíclicas... Continuar Lendo →

O CONCEITO DE IGREJA DO PADRE JOURNET

Mons. Joseph Clifford Fenton | 1952 Desde o fim do século XVI, os escritos teológicos acerca do conceito básico da Igreja Católica girou em torno dos últimos quatro parágrafos do segundo capítulo de De Ecclesia de São Roberto Belarmino. A maioria dos autores que lidaram com esta questão particular da Sagrada Doutrina tentaram explicar e... Continuar Lendo →

A AUTORIDADE DOUTRINAL DAS ALOCUÇÕES PAPAIS

Mons. Joseph Clifford Fenton | 1956 A alocução papal é comparativamente novata entre os importantes veículos do Magistério Ordinário do Santo Padre. O primeiro Sumo Pontífice a empregar a alocução extensivamente para fins doutrinários foi o Papa Pio IX. A primeira alocução citada no Enchiridion Symbolorum de Denzinger é a Acerbissimum vobiscum, pronunciada pelo Papa Pio IX num... Continuar Lendo →

O ENSINAMENTO DOS MANUAIS DE TEOLOGIA

Mons. Joseph Clifford Fenton | 1963 Uma das personalidades mais genuinamente simpáticas dentre os peritos na primeira série de reuniões no Segundo Concílio Ecumênico do Vaticano era o sacerdote agostiniano canadense, Pe. Gregory Baum. Os que tiveram a dita de conhecê-lo vieram a admirá-lo por seu admirável caráter sacerdotal e sua depurada cortesia. Ele é,... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑